Escolha uma Página

Borrachas – Uso fitness – Qualidade e preço – parte 4

Borrachas e seu uso no fitness

anilhas emborrachadas

Borrachas – Anilhas e piso – o uso da borracha no fitness

 

 

Seguindo com nosso artigo sobre borrachas, discorremos agora sobre seu uso em halteres e dumbells, anilhas, pisos e demais equipamentos.

 

Como vimos anteriormente no artigo sobre os tipos de borracha, muita gente confunde vulcanização e injeção.

 

Assim como muitos fornecedores de má fé utilizam de insumos piores para supostamente venderem com melhor preço.

 

Como existem mais de 500 tipos de borrachas (este artigo é muito completo), obviamente muitos deles não nos interessam, portanto irei sintetizar ao máximo esta parte.

 

Falarei apenas sobre os tipos que nos interessam.

 

Portanto, os diferenciais em nosso ramo são:

 

a) Borracha ou plástico?

 

O tipo usado em nosso mercado é o EPDM e a borracha natural, mas muita gente, principalmente fornecedores nacionais, tem tentado vender produtos infinitamente inferiores a preços mais baixos, no final, enganando o consumidor.

 

Se pensarmos que, as máquinas de fabricação mais tecnológicas, bem como os pneus vendidos aqui são mais caros que os importados.

 

Temos uma conclusão óbvia, os importados são de qualidade superior, mesmo porque os materiais chineses atendem hoje os padrões Europeus e americanos.

 

Um exemplo claro, são os dumbells injetados em PVC que estão saindo no Brasil.

 

São diversos os artigos, como este, comparando os dois materiais. O PVC pode até parecer mais barato, mas quando ele quebrar, você terá de comprar ele novamente.

 

Ou seja, seu custo será ainda maior.

 

Peguemos este exemplo: Link do mercado livre

 

A empresa vende a R$ 200,00, cerca de 10% a menos que nós vendemos, em teoria um produto semelhante.

 

Porém, se você descer na página, verá que são injetados em PVC – Mas a empresa só os apresenta como “injetados”.

 

Veja, por 10% de diferença você pode comprar um item absurdamente melhor, mais durável e mais bonito. Entre em contato para orçamentos.

 

Na razão de existir de nossa empresa, não podemos deixar isso acontecer. Enganar o consumidor, infelizmente faz parte de alguns vendedores.

 

halteres emborrachados

halteres emborrachados

 

 

b) Materiais da borracha

 

Ainda mais complexo é a composição da borracha de cada fornecedor.

 

O ideal, pela nossa pesquisa, parece ser uma mistura de borracha virgem (látex) vulcanizada com borracha sintética.

 

Pela razão da sintética ser a maior parte da mistura, e ser muito mais barata no mercado internacional, além de ter maior qualidade, prefira os importados.

 

Infelizmente não achamos muito sobre a composição exata, portanto, melhor buscar um fornecedor de confiança, perguntar acerca desta composição.

 

Também converse com seus parceiros e donos de outras academias.

 

 

c) Pressão exercida na injeção da borracha

 

Se buscar o material já foi difícil, imagina buscar qual a pressão exercida pelos fabricantes ao injetar a borracha vulcanizada nos moldes.

 

Sem chance. Portanto aqui apenas o citamos como um diferencial, e orientamos a buscar novamente fornecedores de qualidade para não acabar gastando mais.

 

 

d) Por que o EPDM

 

Borracha EPDM (monômero de etileno-propileno-dieno)

A borracha EPDM ou a borracha de monômero de etileno-propileno-dieno é um dos tipos mais populares de borracha sintética.

 

Trata-se de um elastômero – uma borracha de alta densidade que é muito durável e tem uma ampla gama de aplicações.

 

Considerada a borracha mais resistente à água entre todos os tipos de borracha, é amplamente utilizada na fabricação de chapas usadas em altas temperaturas.

 

De fato, a borracha EPDM é uma das borrachas sintéticas mais usadas e de mais rápido crescimento de produção no mundo, com aplicações de uso geral e especiais.

 

Seu aumento de demanda deve-se a aplicações automotivas, de construção e de bens mecânicos, assim como no fitness.

 

Esta borracha possui algumas características inerentes que a tornam especialmente adequada para isolamento elétrico, juntas e laminação.

 

As tecnologias de polimerização e catalisadores em uso atualmente oferecem a capacidade de fabricação da borracha EPDM em larga escala, o tornando um produto barato e que atende às necessidades específicas e exigentes de aplicações e processamentos.

 

borracha epdm

borracha epdm em cordão

 

 

Propriedades da borracha EPDM

 

A borracha EPDM possui excelente resistência à degradação atmosférica, o que significa que é resistente ao calor, ao ozônio e às intempéries do clima;

 

Tem uma boa resistência à maioria dos produtos químicos à base de água.

 

A borracha EPDM também possui uma grande resistência a abrasivos e cortes e resistência elétrica.

 

Possui estrutura de estrutura de polímero saturada e estável. Resistência a solventes e alta temperatura.

 

A borracha EPDM também é resistente a solventes polares, como água, ácidos, álcalis, ésteres de fosfato.

 

Possui excelente flexibilidade em altas e baixas temperaturas.

 

Pode ser finalizada em uma superfície extremamente lisa – aqui a importância de seu acabamento.

 

Aplicações da borracha de monômero de etileno-propileno-dieno (EPDM)

 

Como a borracha EPDM não racha ao ar livre, é amplamente utilizada em vedações em edifícios e na indústria automotiva.

 

Algumas outras aplicações são mangueiras a vapor, vedações resistentes a altas temperaturas e tampas de rolo.

 

As tecnologias de polimerização e catalisador em uso atualmente oferecem a capacidade de projetar borracha EPDM para atender às necessidades específicas e exigentes de aplicação e processamento.

 

Isso resultou no amplo uso de borracha EPDM nas seguintes indústrias:

    • Decapagem e vedações automotivas
    • Canal de vidro
    • Radiadores
    • Mangueira de jardim e eletrodomésticos
    • Tubulação
    • Cintos e correias (esteiras)
    • Isolamento elétrico
    • Pisos de academia (reciclados ou não)
    • Membrana para cobertura (anilhas, dumbells e halteres)
    • Artigos mecânicos de borracha (batentes de equipamentos)
    • Vulcanizados termoplásticos
    • Aplicações de aditivo de óleo de motor

 

 

Pisos de borracha – mais questões

 

As compras de pisos de borracha para o sua academia, seja em casa, no condomínio ou comercial podem se tornar extremamente complexas sem a devida orientação.

Por onde começo?

 

Os rolos ou tapetes de borracha são os melhores para a minha aplicação?

 

Qual a espessura do piso de borracha que preciso?

 

Quanto isso vai me custar?

 

As duas perguntas mais importantes a serem feitas ao considerar o revestimento de sua casa, garagem ou academia comercial são:

 

A) Qual é o meu orçamento para este projeto?

 

B) Para que vou usá-lo? Incluímos informações abaixo que ajudarão a responder a essas perguntas.

 

academia condomínio

Exemplo de pisos 15mm em academia de condomínio – instalação fitmall

Selecionando pisos de borracha dentro do seu orçamento:

 

Ao comprar pisos de academia, a maioria de nós se sente naturalmente atraído pelos tipos que têm cores e padrões brilhantes e bonitos.

 

Quem não gostaria de depositar seus equipamentos de academia em azulejos sólidos de chapa de diamante azul ou mesmo em azulejos bordô entrelaçados com uma borda chanfrada em todo o perímetro?

 

Todas essas são ótimas opções de revestimento, mas tenha cuidado, pois seus custos podem disparar.

 

Os fatores que determinam os preços dos pisos são os materiais utilizados, o processo de fabricação e a intensidade da mão-de-obra necessária para fabricar esses produtos.

 

O melhor piso de borracha para o seu equipamento de ginástica:

 

Que tipo de equipamento de ginástica você está usando?

 

O yoga certamente exigirá algo diferente do levantamento olímpico.

 

Tentar compensar as necessidades de seu piso para reduzir o orçamento desnecessariamente com algo impróprio pode levar a pisos e equipamentos danificados.

 

Portanto, saber qual o piso certo é fundamental.

 

Segue um resumo básico que o ajudará a determinar rapidamente quais produtos e espessuras são melhores para sua aplicação:

 

Área de Cardio:

 

Para esteiras, elípticos, steppers e bicicletas ergométricas, certifique-se de comprar um tapete que seja repelente de sujeira, líquidos e graxas, que podem ser um subproduto comum desse tipo de equipamento.

 

Um piso para equipamentos de cardio para contém normalmente metade de borracha reciclada e metade de plástico e geralmente varia de tamanho de 5 a 15mm.

 

Este material híbrido fornece uma barreira protetora não porosa que é quase indestrutível.

 

Como com qualquer tapete de borracha à base de petróleo, certifique-se de que, quando colocado no carpete ou no piso de madeira, inclua uma camada plástica entre os dois para evitar possíveis manchas.

 

Equipamentos de bateria de pesos:

 

Máquinas de pesos, podem variar de tamanho e peso total, mas em geral a regra é a mesma.

 

Em geral estas máquinas não causam muito impacto ou choque no piso.

 

De modo que qualquer borracha espessa ou um piso de borracha em rolo ou tapetes, é suficiente. Algo como os pisos de 5mm.

 

 

Área com pesos livres

 

Esta é a área que demanda maior investimento e atenção, afinal os pesos quando largados, criam grande impacto.

 

Para esse tipo de treinamento pesado, seja em casa ou em uma academia, é recomendado um piso de 15mm no mínimo.

 

Que deve ser usado também sob os suportes e bancos.

 

Lembre-se, quanto maior a espessura, maior a durabilidade dos seus equipamentos. Ou seja, talvez investir em um piso 20 ou 27mm não seja uma má ideia.

 

Principalmente se você está em um andar que não seja térreo, evitando assim problemas com vizinhos e síndicos.

 

 

piso de borracha

Pisos de alto fluxo e impacto

 

 

Quais os diferentes tipos de borracha usados ​​nos produtos para pisos de academia e como são feitos?

 

Compreender o processo de material e manufatura é outra etapa da pesquisa e do entendimento de qual será a melhor seleção para sua aplicação.

 

Como você verá, existem algumas grandes diferenças.

 

Piso de borrachas recicladas (mais acessível):

 

As borrachas recicladas são provenientes de pneus para caminhões e passageiros pós-consumo.

 

Os pneus de caminhão preto sólido são usados ​​para o piso preto liso, enquanto os pneus de passageiros com paredes brancas são usados ​​para fazer borracha “natural” que contém pequenas manchas desse material.

 

Esse processo de recuperação é excelente para o meio ambiente, pois evita que milhares de pneus anualmente sejam enterrados para sempre no fundo de um aterro sanitário.

 

Quando recebidos, os pneus passam por uma grande trituradora que os rasga em pequenos pedaços do tamanho de uma moeda de cinquenta centavos.

 

As fresadoras refinam essas peças, transformando-as em pequenos grânulos.

 

O material de arame interno do pneu é removido por meio de um ímã ao passar por uma correia transportadora.

 

É necessário mais uma etapa no processo de limpeza, que inclui a remoção do material fibroso através de um sistema de vácuo.

 

Quando os processos de trituração e limpeza são concluídos, os grânulos de borracha limpos estão prontos para serem misturados com o agente de ligação de uretano e os grânulos EPDM (coloridos ou não).

 

Embora a resistência ao cisalhamento, ou “resistência ao rasgo”, da borracha reciclada seja um pouco menor que a da borracha vulcanizada ou virgem, o material reciclado é mais ecológico e, às vezes, muito mais barato.

 

É adequado para a maioria das academias domésticas, estúdios de treinamento, academias comerciais e uso agrícola.

 

Se usado em creches para cachorros ou em outras instalações para animais de estimação, recomenda-se um selante para facilitar a limpeza.

 

 

Piso de borracha vulcanizada (preço médio)

 

Assim como o piso reciclado, a borracha vulcanizada é produzida usando produtos pós-consumo, como pneus de caminhões.

 

Fabricantes de qualidade, usam o que chamam de “polimento” para produzir seu produto vulcanizado.

 

As partes que são removidas do lado de fora do pneu que não contém arames e são de mais fácil processamento.

 

Os polimentos são então processados ​​até o tamanho adequado e depois misturados com látex, enxofre, óleo e uma mistura de grânulos coloridos, se desejado.

 

Há também um atenuador de odor neutro, misturado para reduzir significativamente o cheiro natural do enxofre e de outros ingredientes.

 

Os grânulos coloridos usados ​​em alguns produtos de revestimento de borracha vulcanizada são pintados e não um material de EPDM.

 

A diferença é que um grânulo de EPDM não é resistente a UV e a cor desaparece ao sol ao longo do tempo. Um grânulo pintado não.

 

Esta mistura é então cozida altas temperaturas entre 150-260 graus Celsius e sob pressão extrema entre 500 e 1.000 PSI, dependendo da espessura do material que está sendo produzido.

 

O material recém-vulcanizado é então resfriado para que ele possa se contrair completamente antes de ser cortado com um jato de água em tapetes e ladrilhos entrelaçados.

 

Um dos melhores atributos do processo de vulcanização é a força que ele cria.

 

A borracha vulcanizada tem uma resistência à tração entre 800-1.000 PSI.

 

Ou seja, essa é a quantidade de força necessária para separar o material.

 

Ainda, a vulcanização torna o material totalmente não poroso, ou seja, não há necessidade de selante e as bactérias não crescerão nele.

 

Outro ponto valioso a ser observado é que, como as partes de borracha vulcanizada são feitas em um molde, é possível texturizar a parte superior do tapete para adicionar até 10% mais resistência ao deslizamento em comparação com um tapete liso.

 

Materialmente, o piso vulcanizado é tão bom quanto a borracha virgem, porém com um custo menor.

 

Este material é adequado para academias domésticas, estúdios de treinamento, academias comerciais, agricultura e em qualquer outro lugar onde for necessário um piso não poroso.

 

Neste material, portanto, nunca é necessário uso de selantes e é um piso anti-bacteriano por sua natureza.

 

Piso de borracha virgem (mais caro)

 

A borracha virgem não usa nenhuma forma de borracha reciclada de pneus ou qualquer outra fonte.

 

A sua fórmula é composta principalmente de borracha virgem, polímero de borracha sintética EPDM e SBR e cerca de 5% de borracha bruta.

 

Alguns tipos de borracha virgem incluem um aditivo retardador de fogo para torná-lo adequado para instalações como hospitais que podem ter diretrizes e restrições estritas sobre os materiais de construção utilizados.

 

Em média, 400 libras desta fórmula de borracha são colocadas em um misturador por dez minutos de mistura constante.

 

Essa mistura, ou “massa”, é transportada para uma prensa que é aquecida a vapor a 180 graus. Então essa prensa exerce pressão de 2.000 PSI e, junto com o calor elevado, completa o processo de vulcanização ou cozimento em cerca de dez minutos.

 

Como em qualquer molde de borracha, sempre há excesso de material nas bordas.

 

Assim, quando os blocos de borracha virgem saem da prensa, eles são aparados, limpos e depois colocados em um rack de refrigeração.

 

A borracha virgem é outro material muito resistente que demonstra uma resistência à tração de pelo menos 890 PSI e um teste de recuperação de compressão produz um rendimento não inferior a 90%, portanto é ideal para queda de pesos.

 

A borracha virgem é adequada para academias domésticas, estúdios de treinamento e academias comerciais.

 

Como o piso vulcanizado da academia, a borracha virgem também não é porosa e não requer selante.

 

 

Conclusão:

 

Esperamos ter esclarecidos os fatos acerca dos materiais de borracha.

 

Assim como fizemos anteriormente, sugerimos que busquem empresas que forneçam bons materiais, como a Rubber pisos e a Crunch Fitness, ambas representadas pela fitmall.

 

Se podemos resumir todo o texto, é:

 

Devido a qualidade e custo final, compre halteres, anilhas e dumbbells importados, com representantes sérios e que conheçam seus produtos.

 

Compre pisos de borracha reciclada – o custo ambiental vale a pequena diferença e ainda você irá pagar mais barato.

 

 

Alguma sugestão? Comente abaixo ou entre em contato conosco clicando aqui.

 

 

Série de artigos – Qualidade x preço:

 

Parte 1 – Definições de qualidade e preço

 

Parte 2 – Qualidade e preço no fitness

 

Parte 3 – Qualidade e preço – A borracha e seus processos

 

Parte 4 – Qualidade e preço – As borrachas no fitness – você está lendo

 

 


 

 

nossa razao

Nossa razão de existir

 


 

Anterior

Próximo

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como podemos ajudá-lo?